TJAM lança Projeto Manaós com meta de bater recorde produtividade

04/09/2019 | 3 min. de leitura

Depois de protagonizar as melhores posições nos índices de produtividade da Justiça brasileira, o Tribunal de Justiça do Amazonas se prepara para alcançar resultados históricos.

Na última semana, a Corte amazonense foi destaque no Relatório Justiça em Números, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Nesta segunda-feira, o TJAM deu mais um passo importante para se consolidar como Tribunal referência no ecossistema da Justiça.

A partir do dia 16 de setembro, duas unidades judiciais de Manaus darão o pontapé inicial do SAJ Consulting. A iniciativa, que foi batizada de Projeto Manaós, vai aprimorar a prestação jurisdicional do TJAM por meio da tecnologia.

Magistrados e servidores compartilharão conhecimento e boas práticas com o uso do Sistema de Automação da Justiça. O SAJ é a solução adotada pelo Tribunal há mais de duas décadas para fazer a gestão dos processos judiciais.

“Acreditamos que o TJAM é uma Corte de ponta porque tem servidores altamente qualificados e os melhores sistemas de gestão do país. No entanto, precisamos avançar. E esse avanço tem que ser feito dessa forma: adotando novas práticas, novas rotinas e novos conceitos a respeito do sistema processual”, argumenta o presidente do TJAM, Yedo Simões de Oliveira.

Projeto Manaós terá ciclos de capacitação

Até novembro, 400 servidores e 150 magistrados de 1ª e 2ª instâncias participarão de workshops do Projeto Manaós. Depois de potencializar seus conhecimentos sobre o SAJ, eles serão replicadores de boas práticas dentro de suas áreas de trabalho. Além disso, haverá capacitações in loco e presenciais em 140 unidades judiciais do TJAM.

Equipe da Softplan apresenta detalhes do Projeto Manaós à Presidência do TJAM

“Haverá uma revisão de todos os fluxos de trabalho, o que implicará em novas automações, novas rotinas e melhor produtividade. Às vezes, unidades com o mesmo número de servidores, a mesma carga processual e a mesma competência têm desempenhos diferentes. A ideia do Tribunal é equacionar isso, equilibrar essas boas práticas e disseminar para todas as unidades”, explica Thiago Facundo de Magalhães Franco, diretor de Tecnologia da Informação do TJAM.

Projeto Manaós foca na excelência da prestação jurisdicional

Com as novas automações no sistema de gestão processual, a rotina de trabalho ficará mais organizada.

“O aperfeiçoamento de magistrados e servidores por meio da tecnologia vai permitir a padronização das atividades do TJAM. O SAJ passará a executar de forma automática uma série de atividades repetitivas. Com isso, será possível oferecer respostas mais rápidas e de ainda mais qualidade aos cidadãos”, avalia Danilo Campos, executivo de Tecnologias para a Justiça da Softplan, empresa desenvolvedora do SAJ.

Resultados do TJAM são destaque nacional

O Projeto Manaós chega no momento em que o TJAM se destaca como um dos Tribunais mais produtivos do país. Segundo o Relatório Justiça em Números, a Corte amazonense é o Tribunal Estadual que mais produziu no país, mesmo com o menor número de servidores.

O resultado está diretamente ligado ao uso de tecnologias disruptivas, como o SAJ, que permite uma série de automações e tramitação de processos judiciais 100% digital.

Confira outros índices em que o TJAM se destaca:

  • Maior Índice de Atendimento à Demanda (IAD) do País: 1,99;
  • Maior Índice de Produtividade de Magistrados entre os Tribunais de pequeno porte e 4º maior entre todos os Tribunais estaduais: 2,22;
  • Maior Índice de Produtividade de Servidores do Brasil: 2,81;
  • Menor taxa de congestionamento em processos de Execução Fiscal do País: 5,3.

Acesse o site e conheça mais sobre o Projeto Manaós

Seus comentários são sempre muito bem-vindos. Comente!

Este espaço destina-se às repercussões sobre notícias e artigos publicados no SAJ Digital. São de responsabilidade de seus autores. Não servem como abertura de chamados e atendimentos para o portal e-SAJ.

Leia também

Receba nossas novidades por e-mail:

Fale com o
especialista
Desenvolvido por: Linkedin Instagram